ínício INÍCIO TRIBUNAL REGIONAL DO PI PODE CASSAR O PRIMEIRO PREFEITO ELEITO EM 2016

TRIBUNAL REGIONAL DO PI PODE CASSAR O PRIMEIRO PREFEITO ELEITO EM 2016

291
0
Compartilhar
Compartilhe isso com seus amigos. Aproveite, fique atento as nossas promoções e ganhe brindes.

Mais três Prefeitos de três cidades importantes do Pi estão na mira de cassação

download

TRE PODE CASSAR O 1º PREFEITO ELEITO EM 2016
O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí poderá cassar ainda esta semana, o 1º prefeito entre os eleitos em 2016, cuja eleição aconteceu dia 3 de outubro. A sessão histórica vai acontecer nesta sexta-feira, a partir das 9 horas no plenário da corte. Apenas um voto decidirá a sorte do prefeito eleito de Nossa Senhora dos Remédios, Manoel do Fernandinho (PT). Ele foi eleito com 3.094 sufrágios, ou seja, 50.10% dos votos válidos, contra 3.084, 49.90% dos votos válidos, dados ao seu adversário José Alexandre(PMDB), que tentava a reeleição. A decisão será através do voto de Minerva do presidente do TRE, desembargador Joaquim Santana Filho.

EMPATADO
O julgamento do processo contra o prefeito começou no inicio da semana e acabou empatado em 3×3. Para decidir, o presidente da corte pediu vistas e garantiu devolver com seu voto na sexta-feira.

NEM ERA CANDIDATO
Manoel do Fernandinho não era candidato a prefeito em N.S. dos Remédios. Aliás, seu nome verdadeiro é Manoel Lages. Mas, para homenagear seu padrinho político colocaram “Manoel do Fernadinho”.

SUCESSÃO
Essa história começa com a morte do prefeito da cidade, Francisco Pessoa de Brito, o Tintim, em 19 de abril deste ano. O vice Zé Alexandre assumiu e rompeu como grupo do falecido. O filho do morto, Fernando Brito, o Fernandinho, se lançou candidato contra o novo prefeito.

BARRADO NO BAILE
Uma Ação do Ministério Público cassou o seu registro porque seu pai (o falecido), já havia sido reeleito, por isso, o deixou inelegível. Fernandinho então, de última hora lançou Manoel Lages com o nome de “Manoel do Fernandinho”, que acabou vencendo com 12 votos de diferença.

MOTIVO DA IMPUGNAÇÃO
Ainda no registro da candidatura de Manoel o bloco do prefeito Zé Alexandre entrou com Ação de Impugnação de sua candidatura, alegando que ele tem cargo de direção na CUT e não se afastou como manda a Lei. A decisão sai nesta 6ª feira.

OUTROS NA MIRA DA JUSTIÇA
Um famoso escritório de advocacia com sede em Teresina, garante através do seu titular que, ao menos três prefeitos, de três cidades importantes do Piauí, serão cassados até meados de 2017. Todos por abuso do poder e compra de votos. A conferir.

O 1º CASSADO
Enquanto isso, em nível de Brasil, saiu a 1ª cassação de eleitos este ano. Trata-se do prefeito eleito de Belém(PA), Zenaldo Coutinho(PSDB). Ele teve sua candidatura cassada nesta 3ª feira, pelo Juiz da 1ª Zona Eleitoral da cidade por abuso do poder. Cabe recurso.

PIAUIENSE COMANDARÁ A 2ª MAIOR CIDADE DO MARANHÃO
Um piauiense de Teresina, vai comandar a 2ª maior e mais importante cidade do Maranhão, Imperatriz. Trata-se do prefeito eleito Francisco de Assis Ramos(PMDB). Delegado de Polícia, Assis Ramos(nome de guerra), obteve 38.600 votos, 29.16% dos válidos. O 2º colocado, Ildon Marques(PSB), ficou com 36.122 votos, ou seja, 27.28% dos válidos.

Fonte: Blog do Pedro Alcântara

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui